Entenda de uma vez por todas o que é fluxo de competência

Entenda de uma vez por todas o que é fluxo de competência

Em uma empresa, a parte contábil é essencial. Todo e qualquer negócio precisa que suas contas estejam em dia e, com elas, a máquina girando perfeitamente. Não é à toa que, hoje em dia, a gestão de projetos dentro de uma organização esteja alinhada diretamente aos resultados pretendidos, sempre de forma dinâmica.

Por sua vez, dentro das questões contábeis há duas vertentes essenciais que transformam a rotina contábil em algo menos complexo, ainda que bastante informativo: o fluxo (ou regime) de caixa e o fluxo (ou regime) de competência.

Aqui, você vai entender de uma vez por todas o que é fluxo de competência.

Aprenda a integrar o fluxo de competência em sua empresa

Tudo vai depender de qual seja a vertente contábil seguida por sua empresa. Aprender o que é fluxo de competência, por exemplo, pode te ajudar a compreender como as contas a receber, extrato da conta da organização, despesas, variação de caixa e lucratividade funcionam.

Ainda que você não seja a pessoa responsável por isso em seu negócio, é importante entender do que se trata, não é verdade?

Por isso, entenda que o fluxo de competência pode fazer o seguinte: todas as contas, ou todos os ganhos e gastos do seu negócio, serão registrados a partir da data de venda ou de retirada de valor, e não a data proposta.

Ou seja, se uma empresa comprou ou gastou algo na data X, é essa informação que será disposta no regime de competência, e não o dia em que o pagamento foi prometido, como acontece quando se trabalha com prazos.

Como o fluxo de competência funciona na prática

Agora que você entendeu o conceito básico do fluxo de competência, sabe que todos os lançamentos contábeis partirão do seguinte princípio: os registros serão feitos de forma constante e, ao final do mês, precisarão bater uns com os outros, sem futuros lançamentos, neste caso.

Isso faz toda a diferença, por exemplo, para uma das ferramentas mais importantes de todas as empresas: o DRE, ou Demonstrativo de Resultado do Exercício. Trata-se de uma tabela na qual estão todos os registros, e é aqui que as datas corretas deverão ser lançadas: sempre respeitando o acontecimento de cada situação.

Seja na Gestão de Projetos ou na Gestão de Processos, o faturamento e as despesas devem ser filtrados de acordo com a ocorrência, para respeitar a lógica por trás do fluxo de competência.

Methos Podcast

Conheça o Podcast criado por Especialistas Consagrados em Manufatura e Gestão para Organizar sua Indústria!

Cadastre-se para receber novidades!

Sobre a Methos

Formada em 1992, a Methos funde conceitos com necessidades reais e forma soluções prazerosas de utilizar e que contribuem para a organização da sua empresa.
Conheça o C2
Todos os direitos reservados  © 2020 Methos - Software de Gestão ERP na Nuvem para Indústrias.
Clique aqui para verificar nossa política de privacidade

Conecte-se com a Gente!